Menu

Corretor de CFD

AvaTrade  Admirals

XTB  IG

Pepperstone  

Rede social

ZuluTrade  darwinex

Criptomoedas

Binance  Coinhouse

Bitpanda

Conta financiada

FundedNext  FTMO

E8  The 5%ers

Fidelcrest  City Traders Imperium

Rácios financeiros das empresas

Rácios financeiros das empresas

Os rácios financeiros das empresas são medidas quantitativas utilizadas para avaliar as empresas. Estes rácios são utilizados por analistas financeiros, analistas de pesquisa de acções, investidores e gestores de activos para avaliar a saúde financeira global das empresas, a fim de tomar melhores decisões de investimento. Os rácios financeiros das empresas são também amplamente utilizados por CFOs e gestores de topo para melhor compreenderem o desempenho das suas empresas.

Tipos de rácios financeiros

Os rácios financeiros das empresas podem ser divididos em várias categorias que medem diferentes tipos de métricas financeiras para uma empresa:

Rácios de Liquidez - Os rácios de liquidez são um tipo de rácio financeiro que permitem a uma empresa determinar a sua capacidade de pagar as suas obrigações a curto e longo prazo.

Rácio de endividamento - O rácio de endividamento utilizado para calcular o nível de endividamento de uma empresa.

Rácio de eficiência - O rácio de eficiência indica a forma como uma empresa utiliza os seus recursos e activos.

Rácio de rentabilidade - O rácio de rentabilidade utilizado para determinar a capacidade da empresa para gerar receitas em termos das suas receitas, custos operacionais, capital próprio e activos do balanço.

Rácio do valor de mercado - O rácio do valor de mercado é um rácio financeiro utilizado para determinar o preço das acções de uma empresa.

Como utilizar os rácios?

Os rácios financeiros permitem aos analistas, gestores e investidores avaliar o desempenho financeiro de uma empresa classificando-a em relação a dados de séries cronológicas, rácios de concorrentes ou objectivos de desempenho.

Os rácios não são muito significativos em si mesmos. Para aprender mais com eles, devemos calcular os mesmos rácios para uma série de empresas diferentes que operam no mesmo sector (ou seja, concorrentes). Isto permitir-nos-á compreender melhor o desempenho de uma empresa no contexto da sua indústria. Os rácios também podem ser calculados em períodos diferentes para ver como se alteraram ao longo do tempo. Isto pode ser feito para uma empresa individual ou para uma série de empresas que operam no mesmo sector, para ver como os parâmetros específicos mudaram.

Finalmente, os rácios podem ser utilizados para avaliar o desempenho da equipa de gestão de uma empresa em relação a objectivos previamente estabelecidos. Algumas empresas pagam as suas equipas de gestão quando os rácios específicos são atingidos. Por exemplo, um CEO pode receber um bónus especial se, durante o seu mandato, a empresa atingir um aumento de 10% na rentabilidade do capital.

Porque é importante a análise dos rácios financeiros?

A análise dos rácios financeiros da sua empresa pode fornecer informações valiosas sobre rentabilidade, fluxo de caixa, eficiência e muito mais. Estes rácios podem ajudá-lo a visualizar o desempenho da sua empresa ao longo do tempo. Pode também comparar os rácios financeiros da sua empresa com as médias da indústria para ver como se acumula com outras empresas da sua indústria.

Os rácios financeiros também podem ser utilizados pelos investidores para determinar a saúde de uma empresa. Se a sua empresa for negociada publicamente, é uma boa ideia monitorizar os rácios financeiros chave, uma vez que estes números podem afectar a forma como os investidores vêem a sua empresa. Ao compreender os factores que afectam estes rácios, pode tomar medidas para produzir resultados que serão mais atractivos para os investidores.

Um método normalizado de comparação

Os rácios financeiros são uma forma padrão de comparar empresas e indústrias. A utilização de rácios coloca todas as empresas em pé de igualdade aos olhos dos analistas; as empresas são julgadas pelo seu desempenho e não pela sua dimensão, volume de vendas ou quota de mercado. A comparação dos dados financeiros brutos de duas empresas do mesmo sector oferece apenas uma visão limitada. Os rácios vão além dos números e revelam a capacidade de uma empresa para obter lucros, financiar as suas operações, crescer através de vendas em vez de dívidas, e uma série de outros factores.

Uma empresa mais antiga, por exemplo, pode gabar-se de 50 vezes o volume de negócios de uma nova pequena empresa, fazendo com que a empresa mais antiga pareça mais forte à primeira vista. A análise das duas empresas utilizando rácios como o retorno do capital próprio (ROE), retorno dos activos (ROA) e margem de lucro líquido pode revelar que a empresa mais pequena está a operar muito mais eficientemente, gerando muito mais lucro por dólar dos activos empregados.

Análises industriais e benchmarks

Os rácios podem revelar tendências em determinadas indústrias, criando referências para medir o desempenho de todos os actores da indústria. As pequenas empresas podem utilizar parâmetros de referência da indústria para desenvolver uma estratégia organizacional e medir claramente o seu próprio desempenho em relação à indústria como um todo.

Por exemplo, a análise pode revelar que o rácio de endividamento médio na indústria de widgets é de 0,85; uma empresa com um rácio de endividamento de 1,3 teria muito mais endividamento do que outros fabricantes de widgets, embora o seu endividamento total seja muito mais baixo do que o dos maiores intervenientes.

Avaliação de stocks sobre os seus pontos fortes e fracos

A linguagem comum e a compreensão dos rácios ajuda os investidores e analistas a avaliar e comunicar os pontos fortes e fracos de empresas ou sectores individuais. Análise fundamental é o termo dado à utilização de rácios financeiros para determinar a força relativa das empresas para fins de investimento. Uma análise cuidadosa dos rácios de uma empresa pode revelar quais as empresas que têm a força fundamental para aumentar o valor das suas acções ao longo do tempo e representar uma oportunidade potencialmente lucrativa, ao mesmo tempo que aponta os agentes mais fracos no mercado.

Planeamento e desempenho

Os rácios podem orientar os empresários na criação de planos de negócios ou na preparação de apresentações para mutuantes e investidores. Utilizando as tendências da indústria como base, os proprietários de pequenas empresas podem estabelecer objectivos de desempenho calendarizados em termos de rácios específicos para dar aos investidores uma noção do potencial do novo negócio. Os rácios podem também servir de incentivo para a mudança estratégica dentro de uma empresa, fornecendo à gerência orientações e informação relevante à medida que as avaliações dos rácios evoluem com as mudanças organizacionais. Os rácios mantêm os gestores atentos, revelando fraquezas e oportunidades financeiras.

Comparação de corretores de bolsa

Corretores
Taxas de corretagem Equidades Sem comissões para um volume máximo mensal de 100.000 euros e depois 0,20%.
Conta de demonstração Sim
A nossa opiniãoTrading sem comissões, mas com uma escolha de títulos limitada a 3.289 acções e 358 ETFs.
  XTB
O investimento envolve risco de perda