Menu

O mercado de câmbio e as corretoras de forex no Brasil

Brasil Forex

O Banco Central do Brasil monitora todas as operações e controla o fluxo de entrada e saída de operações no mercado de câmbio no Brasil. É o órgão regulador que supervisiona a indústria de Forex. O banco central brasileiro guarda todos os contratos de câmbio no sistema Sisbacen. Os residentes brasileiros que possuem uma conta de negociação com moedas brasileiras podem participar do mercado de câmbio. Se um trader tiver uma conta em uma moeda estrangeira, ele será capaz de negociar moedas estrangeiras somente sob certas condições.

Nos últimos anos, os mercados cambiais brasileiros têm sido instáveis, o que tem levado a várias transformações, visando tornar a negociação forex mais simples e acessível. Antes de 2005, um residente brasileiro só podia executar transações autorizadas pelo Banco Central do Brasil. Todas as transações foram monitoradas individualmente, este sistema muito restritivo não oferecia muita liberdade aos traders brasileiros. Mas uma nova política introduzida em 2005 para melhorar as condições comerciais no Brasil.

A alteração ocorreu em 2005, quando foi introduzida a resolução 3265 do CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Desde aquele dia, os corretores de forex no Brasil não têm mais que negociar com o Banco Central do Brasil, eles são livres para negociar onde quiserem. Todas as transacções executadas no estrangeiro estão sujeitas a resolução, o que dá muito mais liberdade aos comerciantes e corretores. Tudo o que um trader precisa atualmente para participar do mercado Forex no Brasil é ser um residente do país.

Dicas para escolher os melhores corretores de forex do Brasil

O mercado brasileiro, tal como os mercados chinês e indiano, está muito bem regulado e não é uma economia livre no sentido em que a entendemos. Entrar neste mercado é muito difícil, especialmente para os corretores forex. Os corretores de Forex operam como em China e em India sob a tabela que tenta evitar a revisão regulatory. O regulador local, CVM, está a acompanhar de perto a situação e é muito mais eficaz no combate aos corretores estrangeiros do que os seus pares na China e na Índia.

É importante notar que nenhum corretor de divisas pode ser regulado no Brasil, uma vez que a CVM não permite que brokers brasileiros ofereçam esse tipo de investimento. No entanto, investir em forex não é ilegal ou proibido no país, o único obstáculo é que nenhuma corretora brasileira pode oferecer este tipo de serviço. Portanto, os traders brasileiros devem abrir uma conta de trading no exterior e, preferencialmente, com um corretor regulamentado em uma jurisdição bem estabelecida e respeitada. Por exemplo, o Reino Unido ou a Austrália.

Os brokers de Forex podem oferecer serviços e opções muito diferentes para clientes diferentes de Forex. Dependendo das suas necessidades, você deve considerar alavancagem e margem, comissões e spreads, requisitos de depósito inicial e a facilidade com que os fundos podem ser financiados e retirados da sua conta.

Corretores de forex recomendados para comerciantes brasileiros

Corretores País de Origem Peeling regulado Plataformas Depósito mínimo
XTB  Espanha / Polônia CNMV, SGCN, KNF  MetaTrader 4
 XStation/Option
1 €/$
XM  Chipre
 Austrália
 Belize
CySEC
ASIC
IFSC
 MetaTrader 4 e 5 5 €/$
Plus500  Israel FCA, CySEC, ASIC *  Plus500 100 €/$
Admiral Markets Reino Unido / AustráliaFCA, ASIC  MetaTrader 4 200 €/$
Pepperstone  Reino Unido / Austrália FCA, ASIC, DFSA  MetaTrader 4 e 5
 cTrader
150 €/$

* Plus500 CY LTD é autorizada e regulada pela Comissão de Valores Mobiliários (Exchange No. 250/14). A Plus500AU Pty Ltd é proprietária da AFSL # 417727 emitida pela ASIC, FSP No. 486026 emitida pela FMA na Nova Zelândia e da Authorized Financial Service Provider # 47546 emitida pela FSCA na África do Sul.