Menu

Médias móveis e o MACD

Uma média móvel é um indicador que fornece informações sobre o significado e a força de uma tendência. Mostra o valor médio de um preço durante um determinado período. (MM10 = preço médio em 10 dias)

Existem vários tipos de médias móveis. A média móvel simples dá importância igual a cada preço. As médias móveis ponderadas e exponenciais atribuem mais importância ao preço mais recente.

A duração de uma média móvel deve ser determinada pela duração do ciclo de mercado que você segue, por exemplo 50 ou 100 períodos para tendências de longo prazo e menos de 25 para curtos.

A desvantagem deste indicador é a existência de um fenômeno de atraso entre sua evolução e a dos preços, o mais difícil é encontrar uma média móvel que faça você ganhar regularmente.

Interpretação:

O preço da moeda estará acima da média móvel em uma tendência de alta e abaixo em uma tendência de baixa. Se o mercado não tem tendência, o preço vai variar acima e abaixo.

Os cruzamentos entre a média móvel e os preços podem ser úteis para gerar sinais de compra ou venda.

média móvel

 

Usando duas médias móveis (uma curta e uma longa), é possível identificar mudanças nas tendências e, assim, gerar sinais de vendas ou compra.

média móvel 2

MACD (Moving Average Convergence Divergence)

O MACD permite mitigar os atrasos obtidos com médias móveis simples.

Consiste em 2 linhas, uma média móvel exponencial curta e uma média móvel exponencial por muito tempo. O histograma MACD mede a diferença entre as duas linhas.

Quanto mais o MACD se afastar da sua linha de sinal e da linha zero, mais forte será a tendência atual.

Configurações padrão

- Média móvel curta: 12
- Longa média móvel: 26
- Período da linha de sinal: 9

MACD

O que é a divergência MACD?

A divergência MACD é um conceito poderoso que os traders utilizam para identificar potenciais inversões ou extensões de tendência. A divergência ocorre quando o preço de um ativo se move na direção oposta a um indicador, como o MACD. Esta divergência entre a ação do preço e as leituras do indicador pode sinalizar potenciais inversões de tendência ou alterações na dinâmica.

Exemplo de uma divergência MACD de alta

A divergência MACD de alta é observada quando o preço de um par de moedas atinge um mínimo, mas o indicador MACD atinge um máximo. Isto sugere que, embora o preço tenha uma tendência descendente, a dinâmica está a abrandar, indicando uma potencial inversão de alta.

Vamos dar uma olhada mais de perto na divergência regular de alta usando um exemplo:

Digamos que está a analisar o par de moedas EUR/USD e repara que o preço tem vindo a atingir mínimos durante vários dias, indicando uma tendência de baixa. No entanto, o indicador MACD mostra mínimos mais elevados durante o mesmo período. Esta divergência é um sinal claro de divergência constante de alta, sugerindo que a dinâmica de baixa pode estar a enfraquecer e que uma inversão de alta pode estar no horizonte.

EUR USD H1

Como é que utilizo o MACD para negociar?

A utilização do MACD para negociação requer uma abordagem estratégica para maximizar a sua eficácia. Aqui estão alguns passos a considerar:

1. Compreender os cruzamentos

Observe se a linha MACD cruza acima ou abaixo da linha de sinal. Um cruzamento de alta (MACD acima da linha de sinal) indica uma potencial oportunidade de compra, enquanto um cruzamento de baixa (MACD abaixo da linha de sinal) indica uma potencial oportunidade de venda.

2. Detetar divergências

Procure regularmente divergências MACD de alta ou de baixa. Este pode ser um sinal forte para uma potencial inversão da tendência.

As divergências MACD podem ocorrer com uma frequência variável. Podem assumir a forma de uma divergência 2, ou seja, um intervalo entre os dois últimos máximos ou mínimos, ou estender-se a 3, 4 ou mesmo mais divergências. Quanto maior for o número de divergências, mais forte e fiável tende a ser o sinal.

As imagens abaixo ilustram dois exemplos: um com uma divergência de 2 e outro com uma divergência de 4.

BTC

USD JPY

3. Confirmação por ação de preço

Corroborar sempre os sinais MACD com outros indicadores técnicos ou padrões de ação dos preços para minimizar os sinais falsos.

Se for identificada uma divergência de baixa, é aconselhável procurar uma zona de oferta para iniciar uma posição de venda. Por outro lado, quando se observa uma divergência de alta, é aconselhável identificar uma zona de procura para iniciar uma posição de compra.

4. Definir níveis de stop-loss e take-profit

Aplicar técnicas adequadas de gestão do risco, colocando ordens stop-loss para limitar as perdas potenciais e ordens take-profit para garantir os lucros.

O poder da divergência MACD na negociação Forex

A divergência MACD é uma ferramenta versátil que pode melhorar o processo de tomada de decisão de um trader. Eis como a utilizar eficazmente na negociação forex:

  1. Sinais de inversão antecipada: Uma divergência regular de alta ou de baixa pode fornecer aos negociadores sinais antecipados de potenciais inversões de tendência. Ao reconhecer padrões de divergência, os investidores podem preparar-se para entrar em transacções antes da curva, aumentando as suas hipóteses de captar movimentos de preços significativos.
  2. Confirmação da tendência: A divergência MACD pode ser utilizada como uma ferramenta de confirmação para analisar as tendências existentes. Quando a divergência está alinhada com uma análise de tendência técnica ou fundamental mais ampla, ela reforça a convicção por trás de um padrão de negociação.
  3. Gestão de riscos: A divergência também pode ajudar a definir ordens stop-loss e a definir níveis de risco. A colocação de ordens stop-loss para além do ponto de divergência pode ajudar os investidores a evitar falsos sinais e a limitar potenciais perdas.
  4. Confluência com outros indicadores: A integração da análise da divergência MACD com outros indicadores técnicos, tais como linhas de tendência, níveis de suporte e resistência e retracções de Fibonacci, pode criar uma estratégia de trading mais completa.
  5. Análise de vários períodos: Os traders utilizam frequentemente a divergência MACD ao longo de vários períodos para validar os sinais. Quando a divergência aparece tanto em períodos mais curtos como em períodos mais longos, aumenta a probabilidade de uma transação bem sucedida.
  6. Flexibilidade dos estilos de trading: A divergência MACD pode ser aplicada a diferentes estilos de trading, incluindo day trading, swing trading e position trading. A sua adaptabilidade torna-a uma ferramenta valiosa para os traders com diferentes preferências.

Conclusão

O indicador MACD, com a sua capacidade de captar tendências e identificar potenciais inversões através da divergência, é um ativo valioso para os comerciantes forex. No entanto, é importante lembrar que nenhum indicador é infalível.

Como todos os indicadores de trading, a divergência MACD não garante o sucesso de todas as transacções. É essencial que os traders combinem esta ferramenta com técnicas adequadas de gestão de risco, formação contínua e uma abordagem disciplinada ao trading. Com um conhecimento profundo da divergência MACD e das suas nuances, os investidores podem libertar o seu potencial para navegar no complexo mercado forex com maior confiança e melhores capacidades de tomada de decisão.

Incorporar a divergência MACD no seu arsenal de trading forex pode ser um divisor de águas. A sua capacidade de revelar sinais ocultos e fornecer avisos precoces de inversões de tendência pode melhorar muito a sua estratégia de trading. No entanto, como qualquer ferramenta, é preciso prática e experiência para usar a divergência MACD de forma eficaz. Com tempo e dedicação, você pode aproveitar o poder deste indicador para tomar decisões de trading forex mais informadas e lucrativas.

Brokers para negociar com o indicador MACD

CFD Brokers Plataformas Regulamentado pela Abrir uma conta de demonstração
MetaTrader 4 e 5
AvaOptions
ASIC, CBFSAI, FRSA, BVI FSC, FSCA, JFSA, OCRCVM AvaTrade
xStation 5 FCA, KNF, CySEC, BIFSC, CNMV, DFSA, FSCAXTB
MetaTrader 4 y 5
cTrader
TradingView
FCA, ASIC, CySEC, BaFin, DFSA, SCB, CMAPepperstone
MetaTrader 4 et 5
Markets Webtrader
FCA, BaFin, ASIC, FINMA, FSCA, MAS, FMA, DFSA, JFSA, CFTCIG
MetaTrader 4 e 5 FCA, ASIC, CySEC, JSC, OCRCVM, FSCAAdmirals
ASIC: Austrália, BaFin: Alemanha, BIFSC: Belize, BVI FSC: Ilhas Virgens Britânicas, BACEN e CVM: Brasil, CySEC: Chipre, CNMV: Espanha, CMVM: Portugal, CSSF: Luxemburgo, CFTC: EUA, CBFSAI: Irlanda, CMA : Omã, DFSA: Dubai, FCA: Reino Unido, FINMA: Suíça, FSPR - FMA: Nova Zelândia, FRSA: Abu Dhabi, FSA: Seychelles, FSCA: África do Sul, JFSA: Japão, JSC: Jordânia, KNF: Polônia, MAS: Singapura, IIROC: Canadá, SCB: Bahamas, VFSC: Vanuatu
A negociação de CFD envolve um risco significativo de perda, pelo que não é adequado para todos os investidores. 74-89% das contas de pequenos investidores perdem dinheiro a negociar CFDs.