Menu

Corretor de CFD

AvaTrade  Admirals

XTB  IG

Pepperstone  

Rede social

ZuluTrade  darwinex

Criptomoedas

Binance  Coinhouse

Bitpanda

Conta financiada

FundedNext  FTMO

E8  The 5%ers

City Traders Imperium  

Overtrading - Causas, tipos e como evitá-lo

Overtrading

O overtrading ocorre quando os traders ou investidores compram e vendem instrumentos financeiros com mais frequência do que a sua estratégia ou situação financeira justificam.

Este facto resulta frequentemente em rendimentos mais baixos e riscos mais elevados.

Também conduz frequentemente a custos mais elevados (comissões, taxas, etc.).

É importante compreender as causas, reconhecer os tipos de overtrading e utilizar estratégias para evitar o overtrading, a fim de manter uma carteira saudável.

Principais lições :

  • Causas - O overtrading é causado por factores psicológicos, como a ganância, o FOMO e o excesso de confiança, bem como por questões estratégicas, como a alavancagem excessiva e a falta de um plano de trading.
  • Tipos - Os tipos de trading excessiva incluem o escalpelamento, a negociação baseada em notícias, a mentalidade de jogo, o volume, a alavancagem, o tamanho excessivo e o overtrading emocional.
  • Como evitar o overtrading - Evitar o overtrading requer um plano de trading sólido, uma boa gestão do risco, o estabelecimento de limites, a autorreflexão, o cultivo da disciplina emocional e a procura de aconselhamento quando necessário.
  • Os melhores traders não costumam ver as coisas como uma simples série de transacções independentes.
  • Em geral, estruturam e equilibram as suas carteiras e procuram fontes de alfa que possam durar uma década ou mais, em vez de oportunidades pontuais e fugazes que não lhes trazem nada a longo prazo.

Causas do overtrading

Compreender as causas do overtrading é o primeiro passo para se proteger contra os efeitos prejudiciais na sua carteira.

Factores psicológicos

  • Ganância e atração por lucros rápidos - O interesse por lucros rápidos pode seduzir os investidores a tomar decisões impulsivas, desviando-se assim de uma direção estratégica realista.
  • Medo de ficar de fora (FOMO) - Observar outros a obter ganhos ou a reagir às flutuações do mercado pode desencadear uma procura apressada e muitas vezes insensata de sucessos semelhantes.
  • Vingança - Numa tentativa de recuperar as suas perdas, os traders podem envolver-se em apostas mais arriscadas (por exemplo, Martingale). Isto agrava a sua situação financeira.
  • Tédio e prazer de negociar - Para alguns, a excitação de participar no mercado ou o puro tédio podem levar a negociações desnecessárias e especulativas.
  • Excesso de confiança - Uma crença exagerada nas capacidades de negociação de uma pessoa pode levar a uma tomada de riscos imprudente.
  • Transacções emocionais - As decisões motivadas por sentimentos, como a ganância, o medo ou o desejo de vingança, tendem a conduzir a transacções precipitadas e irreflectidas.

Erros estratégicos

  • Alavancagem excessiva - A alavancagem amplifica tanto os ganhos como as perdas potenciais. Encoraja os traders a alavancarem-se demasiado na esperança de aumentarem os seus ganhos. Quaisquer sucessos na carteira (ou depósitos em conta) podem também aumentar a alavancagem e exacerbar a assunção de riscos através da alavancagem.
  • Falta de uma estratégia clara - Negociar sem um plano global ou regras claras pode levar a um comportamento errático, impulsionado mais pelo ruído do mercado do que por uma análise fundamentada.
  • Falta de um plano de trading - A ausência de uma estratégia bem definida significa que os traders podem entrar no mercado ao acaso. Este facto pode aumentar a probabilidade de overtrading.

Tipos de overtrading

O overtrading apresenta-se sob várias formas distintas, cada uma com factores e consequências únicos que podem comprometer a carteira de um investidor.

Quer sejam motivadas pela procura de lucros rápidos ou por impulsos emocionais, estas formas de overtrading podem ajudar os investidores a adotar medidas de proteção contra as tentações do overtrading.

Formas comuns

  • Scalping - Um subconjunto do day trading, o scalping envolve a realização de numerosas transacções numa tentativa de obter pequenos lucros com pequenos movimentos de preços. É uma abordagem de alto volume e alto risco que exige um acompanhamento constante do mercado.
  • Os estilos de trading de alta frequência não são, por si só, uma forma de overtrading, mas podem sê-lo quando não há provas sólidas de que a estratégia funcionará. (Porque é que uma estratégia funciona e qual é o seu historial?)
  • Trading baseado em notícias - Reacções rápidas a eventos noticiosos, sem uma análise cuidadosa, resultam muitas vezes em transacções prematuras ou irreflectidas. A volatilidade causada pelas notícias pode levar os traders a tomar decisões precipitadas.
  • Mentalidade de jogador - Encarar o trading como uma forma de jogo e não como uma estratégia de trading disciplinada leva a que se corram riscos sem uma gestão de riscos ou um planeamento estratégico adequados.

Formas reconhecidas

  • Trading por volume - Caracteriza-se pela execução de mais transacções do que a estratégia ou o plano de um indivíduo justifica. Conduz a custos de transação desnecessários e a negociações aleatórias. É muito provável que os rendimentos diminuam.
  • Alavancagem - Assumir riscos desproporcionados ao utilizar a alavancagem de forma imprudente. Tenta amplificar os ganhos, mas também aumenta consideravelmente o risco de perdas.
  • Transacções de dimensão excessiva - Trata-se de transacções em que a dimensão das posições é demasiado grande em relação ao saldo da conta. Embora o "grande negócio" seja atrativo, encorajamos a redução do tamanho da posição e a diversificação.
  • Trading emocional - ocorre quando os investidores tomam decisões com base em reacções emocionais aos movimentos do mercado em vez de um plano de trading pré-estabelecido ou raciocínio analítico.

Em geral

Cada um destes tipos de overtrading apresenta desafios e riscos únicos.

O scalping e o trading baseada em notícias exigem uma vigilância constante e podem levar ao esgotamento e a perdas financeiras significativas.

A mentalidade de jogador separa o trading de estratégias disciplinadas, tornando-a semelhante a uma ação pura, ou seja, uma aposta especulativa com resultados imprevisíveis.

O overtrading baseado no volume, induzido pela alavancagem e emocional sublinha a importância de manter a disciplina, ou seja, aderir a um plano de trading bem pensado e gerir o risco de forma eficaz.

Quer se trate de resistir à tentação de negociar em excesso, de evitar posições demasiado grandes ou de limitar a utilização de alavancagem, o reconhecimento destes padrões é o primeiro passo para a adoção de hábitos de trading mais saudáveis.

Estratégias para evitar o overtrading

Estas estratégias não só ajudam a melhorar o desempenho do trading, mas também a adotar uma abordagem mais saudável e sustentável ao trading nos mercados.

Elaborar um plano de trading sólido

  • Estabelecer objectivos e critérios claros - Elaborar um plano de trading detalhado que defina os seus objectivos de trading, níveis de tolerância ao risco e critérios específicos para entrar e sair das transacções. A adesão a este plano é importante para limitar as decisões impulsivas.
  • Planeamento geral - Para além de definir objectivos, um plano de trading sólido inclui regras de entrada e saída, protocolos de gestão de risco e orientações sobre o tamanho das posições. Este roteiro ajuda-o a manter-se disciplinado, especialmente quando confrontado com a natureza estocástica da volatilidade do mercado. Pode encontrar exemplos de planos de trading aqui.

Adotar a gestão do risco

  • Dimensionamento eficiente da posição - Determine o tamanho das transacções em relação ao seu capital total para garantir que nenhuma transação individual pode prejudicar significativamente a sua carteira.
  • Utilização de ordens de paragem de perda - Estas ordens são concebidas para limitar potenciais perdas, saindo automaticamente de uma transação a um nível de preço pré-determinado.
  • Considerar opções - As opções podem enquadrar-se na sua estratégia de cobertura prudente do risco.
  • Diversificar - Este princípio é menos relevante a muito curto prazo (o tamanho da posição é maior, por exemplo), mas não estar demasiado dependente de um único resultado ou fluxo de retorno é uma pedra angular do negócio.

Ver também: Tipos de ordens

Definir limites

  • Limites de trading - Defina um número máximo de transacções para um determinado período - diário, semanal ou mensal - para evitar um trading excessivo.
  • Pausas emocionais e físicas - É importante reconhecer os sinais de stress ou de perturbação emocional. Fazer pausas permite-lhe desanuviar a cabeça e reduz o risco de tomar decisões de trading emocionais.
  • Reconhecer que a variação é normal - Existe variação no trading e mesmo as melhores estratégias sofrerão quedas (são simplesmente limitadas por uma gestão prudente do risco).

Reflexão contínua

  • Manter um diário de trading - Um registo detalhado de todas as transacções, incluindo os seus fundamentos e resultados, permite uma aprendizagem reflexiva e a identificação de padrões de negociação excessivos.
  • Sessões de revisão regulares - Analise a sua atividade de trading e as suas decisões para aperfeiçoar a sua estratégia e melhorar os seus processos de tomada de decisão.

Cultivar a disciplina emocional

  • Gestão das emoções - Aprenda a reconhecer e a controlar emoções como a ganância, o medo e a vingança, uma vez que estas são frequentemente precursoras do excesso de trading.
  • Concentrar-se nos objectivos a longo prazo - Tenha em mente os seus objectivos de investimento a longo prazo para evitar ser influenciado pelos movimentos do mercado a curto prazo.

Precisa mesmo de negociar isto?

Há sempre cantos do mercado ou activos "quentes" que parecem maduros para um determinado tipo de oportunidade de trading.

Mas será que vale a pena procurar potenciais oportunidades tácticas numa área em que provavelmente não tem qualquer vantagem?

Procurar apoio externo

Se o overtrading se tornar um problema recorrente, considere a possibilidade de consultar um treinador de trading, um mentor ou um terapeuta (com experiência de trabalho com traders). A ajuda externa pode fornecer informações valiosas sobre os factores psicológicos desencadeantes e as estratégias para os ultrapassar.

Conclusão

O overtrading pode ser prejudicial para o sucesso a longo prazo de um trader, uma vez que conduz frequentemente a um aumento do stress, a uma diminuição da concentração e a perdas financeiras substanciais.

Ao compreender as suas causas, reconhecer as suas formas e implementar estratégias preventivas, estará a melhorar o seu desempenho de trading global.

Os melhores brokers para investir online

CFD Brokers Plataformas Regulamentado pela Abrir uma conta de demonstração
MetaTrader 4 e 5
AvaOptions
ASIC, CBFSAI, FRSA, BVI FSC, FSCA, JFSA, OCRCVM AvaTrade
xStation 5 FCA, KNF, CySEC, BIFSC, CNMV, DFSAXTB
MetaTrader 4 y 5
cTrader
TradingView
FCA, ASIC, CySEC, BaFin, DFSA, SCB, CMAPepperstone
MetaTrader 4 et 5
Markets Webtrader
FCA, BaFin, ASIC, FINMA, FSCA, MAS, FMA, DFSA, JFSA, CFTCIG
MetaTrader 4 e 5 FCA, ASIC, CySEC, JSC, OCRCVM, FSCAAdmirals
ASIC: Austrália, BaFin: Alemanha, BIFSC: Belize, BVI FSC: Ilhas Virgens Britânicas, BACEN e CVM: Brasil, CySEC: Chipre, CNMV: Espanha, CMVM: Portugal, CSSF: Luxemburgo, CFTC: EUA, CBFSAI: Irlanda, CMA : Omã, DFSA: Dubai, FCA: Reino Unido, FINMA: Suíça, FSPR - FMA: Nova Zelândia, FRSA: Abu Dhabi, FSA: Seychelles, FSCA: África do Sul, JFSA: Japão, JSC: Jordânia, KNF: Polônia, MAS: Singapura, IIROC: Canadá, SCB: Bahamas, VFSC: Vanuatu
A negociação de CFD envolve um risco significativo de perda, pelo que não é adequado para todos os investidores. 74-89% das contas de pequenos investidores perdem dinheiro a negociar CFDs.